PUBLICIDADES

13 de agosto de 2009

Agentes da P2 prendem quadrilha de estelionatários em Nova Venécia

Agentes do Serviço de Inteligência do 2º BPM prenderam na tarde desta quinta-feira (13.08.2009), no centro da cidade de Nova Venécia/ES, uma quadrilha de estelionatários especializadas na falsificação de documentos, para abertura de contas bancárias e aplicação de golpes no comercio da região.
Durante a operação policial foram presos RICARDO DA CRUZ DIAS, 21 anos, CHARMER CLAUDINO PEREIRA, 28 anos e um taxista V.S.A, 32 anos.
Consta que os supracitados haviam comparecidos nesta tarde na agência do Banco do Brasil desta cidade, onde abriram conta bancária, utilizando documentação falsa (identidade, comprovante de residências e outros).
RICARDO DA CRUZ DIAS, quando abordado, apresentou-se como sendo KAIO LUCAN MARQUEZ, inclusive exibiu documento de identidade falso. Alegou que os dados inseridos no documento foram obtidos na internet. Disse ainda, que de posse do referido documento chegou a abrir duas contas bancárias, uma no mês de julho, na agência do BANCO BRASIL, desta cidade, tendo sacado a quantia de R$ 1.900,00 (hum mil e novecentos reais). Outra foi na agência do BANCO BRADESCO, aberta no dia 15/07/2009.
Do mesmo modo, o suspeito CHARMER CLAUDINO PEREIRA, quando abordado, identificou-se como sendo VENÂNCIO CHAGAS, apresentando identidade falsificada. Relatou ainda que adquiriu a identidade de um homem residente no estado do Rio de Janeiro e que nesta data compareceu na agência do BANCO BRASIL, onde abriu uma conta bancária, utilizando o documento falso.
Com relação ao suspeito V.S.A, este era quem conduzia o veículo utilizado pelos demais suspeitos, inclusive momentos antes da abordagem, quando seus os outros suspeitos saiam do banco, comemoraram alegremente o êxito na abertura da conta com documentos falsificados.
No decorrer da lavratura deste Boletim de Ocorrência Policial, o suspeito identificado por CHARMER, ofereceu aos Agentes da P/2 a quantia de R$ 2.000,00 (dois mil reais), para que “abafasse” o caso e os liberassem sem condução a presença da autoridade policial.

Por essas razões, os suspeitos foram encaminhados à Delegacia de Polícia Civil desta cidade, para as providências necessárias, sendo entregues sem lesões corporais juntamente com os materiais apreendidos.

Nenhum comentário:

 

©2009 Célio Magrini | Template Blue by TNB