PUBLICIDADES

25 de fevereiro de 2012

Dez prefeitos do ES respondem a processos e correm o risco de serem impedidos de disputarem eleições

Reprodução TV Vitória
 

TV Vitória
Redação Folha Vitória

Com a aprovação da Lei Ficha Limpa pelo Supremo Tribunal Federal, dez prefeitos capixabas que respondem a processos correm o risco de serem impedidos de disputarem as eleições municipais deste ano.

A força da opinião pública foi decisiva para a aprovação da lei pelo Supremo Tribunal Federal. "O poder emana do povo. Então, cabe à população ter essa conscientização para cobrar cada vez mais dessas pessoas que são eleitas", comentou o administrador Mauro Duarte.
Com a lei, o político pode ser impedido pela justiça de disputar as eleições  por ter sido condenado por um órgão colegiado da justiça, como a OAB ou o Conselho Federal de Medicina, mesmo que ele ainda possa recorrer da decisão. Além disso, o político que renunciar ao mandato para escapar de uma cassação também perde o direito de disputar a eleição.
A aprovação da lei é uma grande conquista, mas cientistas políticos alertam que só essa medida não é suficiente para impedir que políticos corruptos retomem o poder. "Cabe a nós denunciar. Muitas vezes o eleitor também é corrupto, quando aceita cesta básica ou dinheiro, por exemplo. A população que não quer corrupção precisa ser coerente e não aceitar meios de corromper o seu voto", destacou o cientista político Aloísio Krohling. 

Veja a lista dos prefeitos do Estado que respondem a processos:

* Édson Figueiredo Magalhães (prefeito de Guarapari): 42 processos
* Luiz Venturim (prefeito de Nova Venécia): 11 processos
* Helder Salomão (prefeito de Cariacica): 8 processos
* Guerino Zanon (prefeito de Linhares): 7 processos
* Waldeles Cavalcante (prefeito de Barra de São Francisco): 6 processos
* Jorge Andrade Donati (prefeito de Conceição da Barra): 6 processos
* Cleone Gomes do Nascimento (prefeito de Castelo): 5 processos
* Ezanilton Delson de Oliveira (prefeito de Muniz Freire): 5 processos
* José Ricardo Pereira da Costa (prefeito de Piúma): 5 processos
* Domingos Sávio Pinto Martins (prefeito de Jaguaré): 3 processos

Nenhum comentário:

 

©2009 Célio Magrini | Template Blue by TNB