PUBLICIDADES

28 de setembro de 2011

Policia prende quadrilha que aplicava golpe Norte do Estado

Policia Militar  prendeu 13 pessoas, dentre elas duas mulheres, na manhã desta quarta-feira (28), em Nova Venécia, na ação denominada “Operação Pokemon”, desencadeada por Militares do 2º BPM, em torno de uma quadrilha especializada em crime de estelionato/fraude, na região Norte do Espírito Santo.
Com os detidos foram apreendidos grande quantidade de documentos falsificados (Carteira de identidade, CPF, contracheques e decores – espécie de comprovante de renda para autônomos aplicar golpes), diversos automóveis e motocicletas, documentos de veículos, cheques diversos, notas fiscais, dinheiro, cartões de créditos, aparelhos celulares, diversos notebooks, depósitos bancários; condicionador de ar, lavadoras de roupas, aparelhos eletrônicos diversos (TV, DVD, etc.), computadores, e outros materiais.
Dois dos suspeitos foram presos, na cidade de São Gabriel da Palha/ES, que também faziam parte da quadrilha. Com ele foram apreendidos documentos diversos e um veículo.
Durante a operação foram cumpridos13 mandados de busca e apreensão e 09 de prisão, todos  expedidos pelo Juiz de Direito da Comarca de Nova Venécia.  Consta que os golpistas agiam da seguinte forma: Falsificavam documentos em escritórios de contabilidades e financiavam os veículos em nome de terceiros (laranjas), e não pagavam as prestações, depois vendiam os veículos (pokemon) para outros estados da federação, principalmente para o estado de Rondônia. O mesmo golpe era feito com eletrodomésticos.
De acordo com levantamentos, os golpes aplicados pelo grupo ultrapassam a quantia de R$ 2 milhões.  A ação policial foi possível graças aos levantamentos realizados pelos Agentes do Serviço de Inteligência do 2º BPM, que vinha investigando a quadrilha havia cinco meses. A operação contou com a participação de 53 policias Militares, comandada pelo Tenente-coronel Robson Raimundo da Silva, com apoio do Delegado de Polícia Civil Dr. Vítor Manuel Torres.
Ao final os suspeitos e os materiais apreendidos, foram conduzidos à Delegacia de Polícia Civil de Nova Venécia, para fins de lavratura do auto de prisão em flagrante delito.

Nenhum comentário:

 

©2009 Célio Magrini | Template Blue by TNB