PUBLICIDADES

20 de dezembro de 2012

Nova Venécia aprova nova bandeira e brasão

A Câmara de Vereadores de Nova Venécia aprovou na tarde noite desta terça-feira, 18, por 6 votos a favor e 2 contra, o Projeto de Lei de autoria do vereador Otamir Carloni que institui uma nova bandeira e um novo brasão para o município. Segundo Carloni o novo layout é ‘apenas a modernização do anterior, com a valorização dos principais ícones da história veneciana’. 
O Projeto foi aprovado pela maioria dos vereadores, com exceção dos Edis Moacyr Séllia Filho e Evaristo Miguel, que votaram contra e também de Flamínio Grillo que como presidente da Casa, só votaria em caso de empate. Os votos a favor foram computados por Otamir Carloni, José de Menezes, Aílson Felipe, Tião do Poção, Cleber Delboni e Juarez Oliosi.A partir da promulgação da Lei, Nova Venécia passa a exibir a sua nova bandeira e brasão.
Vereador explica mudanças na bandeira veneciana

O Projeto de Lei de autoria do vereador Otamir Carloni que foi aprovado nesta terça-feira, 18, na Câmara de Vereadores de Nova Venécia teve como intuito a modificação das cores e símbolos da bandeira do município. Após a aprovação por 6 votos contra 2, Nova Venécia passa a ter nova bandeira e brasão. Carloni explica que foi acrescentada à cor azul royal da bandeira anterior, uma faixa branca, que simboliza a paz e a harmonia do povo veneciano.
“Já nos símbolos, antes havia uma montanha, que valorizava os rochedos da região, árvores e madeiras (que já foram abundantes no município), pedras preciosas, com destaque para o ouro e por fim, o gado.
Na nova leitura, a bandeira aparece com a Pedra do Elefante, tombada como Patrimônio Natural e Paisagístico do Estado do Espírito Santo, que representa a riqueza dos afloramentos rochosos e monumentos naturais que emolduram a paisagem veneciana. Sua beleza impar também representa o ponto de inicio da historia do povo veneciano e o registro da presença dos índios Aymorés em nosso território.  Além de toda a simbologia paisagística e histórica a Pedra do Elefante simboliza a diversidade de cores na produção de rochas ornamentais e a abundancia de recursos minerais do município que tem no granito um dos pilares de sua economia. Como um dos principais pontos geográficos de Nova Venécia a Pedra do Elefante representa o inicio dos pontões capixaba.

O campo verde com uma faixa ondada representando a abundancia de nossas matas e toda vegetação municipal, outrora responsável pelo desenvolvimento e por tantas riquezas geradas dos idos e áureos tempos da extração da madeira, cortado pelo mais expressivo leito pluvial municipal, o rio Cricaré, que simboliza a vida, fertilidade e a fartura dos recursos naturais, representando também um dos principais elos da historia da colonização neo veneciana na construção de uma Nova Venécia.

O Campo vermelho significa trabalho árduo, característica do povo de Nova Venécia desde os tempos de sua povoação, e que hoje também tem força econômica na pecuária e no gado leiteiro, representado pela cabeça bovina. O martelo representa toda a força humana que fez crescer economicamente o município, desde os tempos dos indígenas, depois com os negros, passando pelos imigrantes nordestinos do Brasil e estrangeiros italianos e pomeranos. Ambos os símbolos são coloridos de ouro, representando a riqueza e a fartura.
O Leão de São Marcos representa a força, a determinação e a religiosidade do povo. Como um dos símbolos mais representativos de nossa historia, simboliza a chegada dos imigrantes que aqui se estabeleceram e a identidade do nome Nova Venécia. Os ramos de café que ladeiam o escudo lembram a rica história dos áureos e ricos tempos do cultivo do café que perpetuada ao longo do tempo se estabeleceu como um dos principais marcos de desenvolvimento econômico e social do Município.A coroa mural é o símbolo heráldico para brasão de cidade. Ela tem oito torres, sendo que são vistas apenas cinco, três inteiras e duas pelas metades, e esse formato tipifica uma coroa mural de cidade. 
O listel tem o nome do município, “Nova Venécia”, e a data de 26 de Janeiro de 1954, por ser a data em que efetivamente começou a emancipação política do Município. Nesta data o então governador do Estado, Jones Santos Neves, aqui chega e instala oficialmente o município”, finalizo
u.

Nenhum comentário:

 

©2009 Célio Magrini | Template Blue by TNB