PUBLICIDADES

23 de outubro de 2008

Incra/ES obtém licenças ambientais para dois assentamentos em Pancas

A Superintendência Regional do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária no Espírito Santo (Incra/ES) divulgou nesta terça-feira (21), por meio de edital publicado na imprensa local, a obtenção de duas Licenças Ambientais de Regularização (LAR) expedidas pelo Instituto Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Iema). Os Projetos de Assentamento (PA) contemplados com a documentação são o Margarida Alves e o Madre Cristina, localizados no município de Pancas e que abrigam 55 famílias de agricultores familiares.

Desde o início das ações de regularização ambientais de assentamentos capixabas, o Incra/ES obteve oito licenças, sendo sete LARs e uma Licença Prévia (LP). Outros 37 processos foram protocolados e aguardam decisão do órgão ambiental estadual.

Recuperação e preservação

Além do trabalho de regularização das áreas de reforma agrária, o Incra/ES desenvolve ações educativas e de recuperação em áreas ecologicamente ameaçadas de degradação e de importância para a sustentabilidade do meio rural capixaba. Em 2007, por exemplo, foram plantadas mais de 69 mil mudas de espécies nativas nos PAs Paraíso, no município de Alegre; no Castro Alves, em Pedro Canário e no Celestina, em Nova Venécia. Essas áreas são contempladas, ainda, com o Projeto Ninhos D’Água, cujo objetivo é a proteção e recuperação de nascentes.

Nenhum comentário:

 

©2009 Célio Magrini | Template Blue by TNB